ESG

Menos é Mais BBB | Sustentabilidade presente no Big Brother

logo do big brother brasil

O Big Brother Brasil é conhecido como a “vitrine mais vigiada do Brasil”, mas nos últimos anos, ele se tornou não apenas um espetáculo de entretenimento, mas também um defensor importante das ações de sustentabilidade. A TV Globo, como signatária do Pacto Global da ONU, trouxe para o programa compromissos de sua agenda ESG (Ambiental, Social e de Governança), proporcionando visibilidade a um tema essencial que, embora em alta no ambiente corporativo, ainda precisa ser mais difundido entre a população em geral.

Sustentabilidade em Destaque

Ao longo das edições, o programa implementou várias ações ambientais, desde o uso de água de reuso nos banheiros até a captação de água de chuva e o emprego de energia limpa e renovável. Na edição de 2023 e 2024, a ênfase está na coleta de lixo, com os participantes sendo premiados com estalecas conforme a qualidade dos resíduos que entregam. O treinamento para coleta seletiva e compostagem faz parte do compromisso da Globo em promover práticas sustentáveis.

Continua após a Publicidade

Exemplo para a Sociedade

Além dos benefícios ambientais, a iniciativa visa inspirar mudanças na sociedade. Mauricio Gonzalez, diretor do Centro de Serviços Compartilhados da Globo, destaca o poder do programa em incentivar o público a adotar pequenas mudanças diárias que impactam positivamente o planeta. A parceria com a Braskem reforça essa ideia, destacando a importância de ações que motivam a conscientização do consumidor.

ESG nos Holofotes: Social em Foco

A edição de 2023 trouxe à tona o debate sobre o “S” de Social no ESG. A inclusão de participantes como Sarah Aline, analista de diversidade, gerou memes e discussões nas redes sociais. A polêmica proporcionou uma oportunidade valiosa para discutir a relevância dessa profissão, impulsionando buscas sobre “analista de diversidade” no Google.

Além da Casa Mais Vigiada

As ações deliberadas, como as regras para coleta de lixo, e situações inesperadas, como a polêmica da profissão de Sarah, elevaram o tema ESG nas discussões, levando-o a milhares de telespectadores. O compromisso da Globo em intensificar a abordagem dessas questões reflete a visão de longo prazo do diretor-presidente, Paulo Marinho.

Em resumo, o Big Brother Brasil não é apenas um programa de entretenimento, mas uma plataforma para conscientização e mudanças. A convergência entre o entretenimento e a sustentabilidade destaca a importância de incorporar práticas eco-friendly em todos os aspectos da vida cotidiana. O BBB não é apenas sobre intrigas na casa, mas também sobre uma jornada sustentável que ecoa além das paredes da casa mais vigiada do Brasil.

Lembrou de alguém? Encaminhe para ele.

Você também pode se interessar: